Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Review do set 7661 - Jedi Starfighter with Hyperdrive Booster Ring

por baixinho, em 11.11.14

Referência: 7661
Nome: Jedi Starfighter with Hyperdrive Booster Ring
Tema: Star Wars
Ano de Edição: 2007
Número de Peças: 575
Preço LEGO®: €59.99
Preço por peça: 10.4 cêntimos
Instruções: Sim, um livro A4 com 64 páginas
Autocolantes: Sim
Minifigs: Sim, dois
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim do livro de instruções.


 
As peças
7/10
É um conjunto com algumas peças interessantes, nomeadamente em dark blue. A única peça exclusiva (fora minifigs que não verifiquei) é o topo do robô em copper, peça bastante interessante para steampunk. As duas peças que compõe o windscreen são muito interessantes e a 45411 parece-me extremamente útil. O grande senão em termos de peças neste conjunto é a quantidade de peças Technic. O anel é praticamente contruído apenas com Technic, e acredito que seja a melhor opção em termos de rigidez, mas torna uma parte substancial das peças inúteis para quem constrói em system.


7661 Jedi Starfighter with Hyperdrive Booster Ring (9)
by lbaixinho, on Flickr

A construção
5/10
Esta construção não está dividida em fases como é habitual nos dias de hoje. Isso torna a procura de peças um pouco mais aborrecida.
Depois de montarmos os minifigs passamos para a construção da nave espacial, que é muito mais pequena do que esperava. A construção é simples e destaco a forma interessante como o windscreen é seguro. As asas são praticamente em espelho sem no entanto se tornar chata a sua construção.
Chata é a construção do anel, visto que este é constituído por dois círculos em technic exatamente iguais. A colocação de pins, eixos e outras peças technic é no mínimo aborrecida e pouco acrescenta à experiência de construção. Os motores laterais também não ajudam, viso que apenas são dois modelos diferentes (um que é duplicado e outro que é quadriplicado).

O desenho
8/10
Sem dúvida alguma o ponto forte deste conjunto. Acredito que tenha sido mesmo uma obra desenhar um anel para esta nave (que já tinha aparecido praticamente igual no 7256 Jedi Starfighter & Vulture Droid de 2005) que fosse ao mesmo tempo esteticamente agradável, rígido, à escala e dentro do PVP estimado.
No entanto acredito que se o PVP fosse um pouco mais elevado, poderia ter sido contruído um anel não tão singelo e com mais pormenores.
A nave propriamente dita tem uma traseira com um aspeto um pouco inacabado.

Jogabilidade
8/10
Funcionalidades como destacar a nave do anel, trem de aterragem, cockpit que abre, asas que levantam e um swoosh factor elevado fazem com que o conjunto cumpra o objectivo para uma jogabilidade básica, mesmo não tendo um oponente (no próprio conjunto).
De notar que o swoosh pode ser feito com ou sem anel!


7661 Jedi Starfighter with Hyperdrive Booster Ring (6)
by lbaixinho, on Flickr

Conclusão
7/10
Apesar de ser um conjunto com 7 anos, ainda consegue ter um aspeto nada datado. É bastante parecido com o original e a jogabilidade geral é boa, mas a quantidade de peças technic torna-o um bocado difícil de utilizar para a construção de outros modelos.

Mais imagens no Flickr

 

ps. apesar de não ser um bom conjunto para desmontar para peças, é mesmo esse o destino que lhe vou dar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

Millennium prontinha

por baixinho, em 25.10.14

LegOficina 20141025 (6)

Aqui esta a 4504 Millennium Falcon (de 2004) prontinha. Demorei menos tempo que a primeira vez que a construi, mas desta vez apenas fiz um intervalo para o almoço.

A construção é muito interessante e com algumas técnicas de encher o olho. Em relação à 7965 Millennium Falcon (de 2011) que construí há algum tempo, tem a vantagem de ter um mecanismo para abrir a porta inferior e tem um escape pod como deve de ser. A principal desvantagem não está no desenho em si, mas nas peças que são claramente de pior qualidade. Nos restauros que tenho feito tenho reparado que as peças de 2004-2005 parecem-me mais fracas e noto principalmente no grip das plates com clip.

LegOficina 20141025 (7)

Exteriormente também estou mais inclinado para a versão mais recente (a da direita) que é ligeiramente maior e tem a zona do cockpit com slopes curvas. A versão antiga ganha no entanto no detalhe das comportas laterais.

LegOficina 20141025 (8)

 Quanto ao interior não gosto de nenhuma das duas, demasiado espaço livre e apenas alguns pormenores espalhados e tão separados que não causam nenhum impacto.

LegOficina 20141025 (9)Agora chego ao último conjunto Star Wars que tenho para restaurar. Um AT-AT motorizado (10178). A versão que tenho é ligeiramente modificada visto que lhe tinha inserido controlo remoto e movimento da cabeça independente do resto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11

TIEs e Millennium

por baixinho, em 25.10.14

LegOficina 20141025 (1)

Acabei de reconstruir estes TIEs e estou muito inclinado em trocar parte das peças azuis por cinzentas-claro. Um dos TIE Fighter tem uma das asas trocadas com uma versão posterior, nada de grave.

LegOficina 20141025 (2)

Agora tenho esta beleza para construir. Uma 4504 Millennium Falcon completamente em cacos. Vou mesmo desmontá-la toda para a construir pelo livro de instruções, parece-me que assim terei menos trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:47

E mais restauros

por baixinho, em 07.09.14
LegOficina 20140905 (1)

 

Os restauros continuam cá em casa. Desta vez restaurei um 8017 Darth Vader's TIE Fighter de 2009. Estruturalmente muito semelhante aos TIEs que a LEGO tinha lançado até 2009, mas com um esquema de cores diferente. Desta vez a LEGO optou por cinzas em vez do azul para acompanhar as peças pretas. Nunca percebi porque é que a LEGO optou pelo azul nos TIEs, visto que os cinzas ficam bem mais próximos daquilo que aparece nos filmes. No entanto recordo-me com grande nostalgia quando comprei o meu primeiro TIE Fighter do Darth Vader. Foi o 7150 TIE Fighter vs Y-wing em abril de 2000, o meu primeiro set "caro", visto que custava cerca de 10.000 escudos (cerca de 50€).

 

LegOficina 20140905 (2)

 

Depois do TIE Fighter do Darth Vader, peguei num 4500 Rebel Snowspeeder de 2004 e num 8129 AT-AT Walker de 2010.

 

LegOficina 20140907 (1)

 

Apesar do aspeto inicial, até foi relativamente fácil restaurá-los sem necessitar de os desmontar primeiro. Ainda não vi com atenção a versão deste ano do AT-AT, mas parece-me que pouco acrescenta a este. Pessoalmente continuo a ser fã da primeira versão, o 4483 de 2003, que já não tenho. A versão motorizada (o 10178 de 2007) também é muito engraçada :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32

Continuação dos trabalhos de restauro

por baixinho, em 05.09.14
LegOficina 20140828 (2)

 

Já no outro dia tinha mostrado esta imagem de quatro conjuntos que estavam todos juntos numa caixa. O trabalho de restauro foi relativamente simples, comecei pelos TIEs (4479 TIE Bomber e 6206 TIE Interceptor) que curiosamente são as únicas versões que a LEGO lançou na escala minifig destas naves. Deu mais trabalho o 4502 X-Wing visto que faltavam algumas peças (ainda por cima em cinzentos antigos) e que só consegui completar já depois da foto que se segue. O 7658 Y-wing já correu melhor apesar de também faltarem peças, mas como era o segundo que estava a recuperar num espaço de uma semana, havia já algumas partes que conhecia bem.

 

6206 TIE Interceptor

 

4479 TIE Bomber (2)

 

4502 X-wing Fighter

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:31

A LEGO anda a atormentar-me o juízo...

por baixinho, em 04.09.14

A LEGO anda a atormentar-me o juízo com lançamentos deste género.

 

75060 Slave I

 

Esta versão da Slave I da Guerra das Estrelas está simplesmente bestial. As formas estão perfeitas e o esquema de cores roçam a excelência. Adoro aquele novo windscreen e apesar de terem uma boa quantidade de studs à mostra, até parece que fazem o efeito de "usado".

Ainda não se sabe quanto é que custa.. mas vai para a minha wishlist e não vai ser para desmontar!

 

via Brickset

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:50

Batalha espacial

por baixinho, em 30.08.14

Ontem ao dar uma geral na minha conta do Brickshelf à procura de uma possível foto com todas as minhas naves Star Wars (que de qualquer forma, não encontrei), dei com esta imagem.

 

Esta foi a batalha espacial que eu e o Agnelo montamos no Norteshopping durante uma exposição que a Comunidade 0937 fez em junho de 2007. Ficou por lá uns dois dias dos quatro dias da exposição. A direção do centro comercial estava preocupada com a eventualidade de alguma das naves ser abatida e cair nas trombas de um transeunte..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18

Refazendo o 7658 Y-wing Fighter

por baixinho, em 29.08.14
7658 - Y-wing Fighter (1)

 

Ontem ainda tive tempo para refazer um dos conjuntos que mais gostei de construir no tema Star Wars. O 7658 Y-wing Fighter. Fiz a review deste conjunto quando ele foi lançado em 2007, e que pode ser encontrada aqui.

 

7658 - Y-wing Fighter (5)

 

Esta foi a segunda versão que a LEGO fez desta nave na escala minifig. A primeira saiu originalmente no conjunto 7150 em conjunto com o TIE Fighter do Darth Vader (que depois foi reeditado com pequenas alterações por duas vezes). A LEGO depois ainda lançou a lindissíma versão do Y-Wing no 9495 de 2012. Tenho imensa pena de não ter esta versão. Apesar de ter uam frente mais quadradona do que a versão que tenho, a parte traseira acho que está melhor conseguida.

A LEGO ainda lançou em 2009 a suposta versão completa da nave baseada numa das séries de TV, o 8037 que já não é bem do meu agrado.

 

LegOficina 20140828 (2)

 

Hoje tenho esta tarefa, refazer estes conjuntos que estavam todos juntos numa caixa. Já deu para perceber que faltam algumas peças. Acho que vou começar pelos TIEs que são mais simples :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:07

Refazendo o 6207 A-Wing Fighter

por baixinho, em 28.08.14
6207 - A-wing Fighter (5)

 

Hoje refiz o 6207 A-wing Fighter de 2006. Como o set é relativamente pequeno, nem pestanejei quando decidi desmontá-lo para o montar de novo apesar de apenas ter um pequeno pedaço desmontado. Ainda bem que o fiz, visto que faltavam 3 peças na parte de trás.

 

Esta é a segunda versão que a LEGO fez do A-wing. A primeira foi em 2000 com o 7134. Comprei-o na altura e acho que é um modelo bem fraco, mesmo tendo em conta que a nave original também não puxa para grandes aventuras. A terceira versão foi o 75003 de 2013 que nunca o construí (a ver se o faço proximamente). Pelas fotos parece ser uma versão bem melhor do que a que tenho em mãos.

 

Acho que as armas laterais são o grande ponto fraco desta nave espacial. Para adicionarem um ponto de movimento, tiveram que as colocar muito para fora do corpo da nave, não fica bem esteticamente e a jogabilidade introduzida é praticamente nula. O cockpit também é minúsculo e a falha na frente é completamente inestética e só se compreende por ser essencial para o habitáculo abrir. Algo que já acontecia na versão de 2000 e foi corrigida na última versão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:51

Refazendo o 6209 Slave I

por baixinho, em 27.08.14
6209 Slave I (1)

 

Star Wars foi o meu primeiro tema de eleição, no início tentava comprar todos os conjuntos, principalmente as naves espaciais da trilogia original. Agora já praticamente não ligo ao tema, mas ainda tenho várias dessas naves mais ou menos construídas. Isto de andarem pelas exposições faz sempre cair uma peça ou outra :D

Hoje comecei a pegar nessas naves e reconstrui-las para ver se faltam peças (não ligo tanto aos minifigs). A primeira foi a 6209, a versão de 2006 da Slave I. Se contarmos com a Slave I do Jango Fett (7153) de 2002, esta é a terceira versão de quatro que a LEGO fez desta nave na escala minifig. A primeira foi a 7144 de 2000, provavelmente a nave mais feia que a LEGO fez para o tema :). Mesmo assim comprei duas ou três (a preço de saldo), visto que tinha muitas slopes verdes e castanhas, peças incomuns na altura e que eram muito uteís para o landscape medieval. A 8097 de 2010 foi a única que não comprei, e muito provavelmente é a melhor delas todas. Tem várias parecenças com a 6209, mas parece-me que ganha em vários detalhes.

 

6209 Slave I (2)

 

Depois de desembrulhar, até que não estava mal de todo.

 

6209 Slave I (3)

 

No entanto decidi desmotá-la toda para assim verificar melhor se faltava alguma peça ou não.

 

6209 Slave I (4)

 

Como não encontrei o livro de instruções no meu organizado arquivo (sério, tenho mesmo o arquivo bem organizado, claro que não foi por mim:)), tive que montar a partir do pdf disponibilizado no site da LEGO. As instruções não tinham as agora habituais caixas com as peças necessárias para cada passo, já não estava habituado a isso.

 

6209 Slave I (5)

 

Faltavam umas cinco peças, nada de grave visto que as tinha no meu stock. O engraçado foi que tinha uma peça  a mais :)

Continuo a gostar muito desta nave, principalmente pelo seu formato nada ortodoxo. A construção é bem agradável e com muito "empilhar de peças", o que já não acontece tanto nas naves de hoje em dia :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51


Pesquisar

Pesquisar no Blog





O meu próprio tema LEGO

Wiki OutroMundo