Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


LEGO como investimento financeiro

por baixinho, em 27.08.15

 No outro dia o Brickset referiu este artigo do The Telegraph onde é abordada a moda de investir dinheiro em LEGO com intuito de retorno financeiro. Já há vários anos que o pessoal com algum conhecimento do fenómeno LEGO (AFOL ou não) conhece as potencialidades do investimento em (alguns) conjuntos da marca. Comprar o conjunto x para o vender por três vezes, ou mais, do preço original uns anos depois até se tornou o modo de vida de algumas pessoas. Não tardou muito para este processo chamar a atenção do mundo e espalhar-se para fora do meio.

Se à primeira vista este fenómeno até pode parecer positivo para o hobby, por vezes pergunto-me se isso é mesmo verdade. E pelo que tenho lido não sou o único a ter as mesmas dúvidas.

É inegável que o lucro deste processo traz ao hobby uma credibilidade séria. O LEGO deixou de ser uma brincadeira de crianças quando começou a gerar dinheiro. Isso até foi ótimo para alguns AFOLs poderem financiar o próprio hobby utilizando o seu conhecimento para saber investir melhor.

No entanto também é inegável que esta atenção toda fez disparar os preços de tal forma que forma que torna inalcançável o acesso a alguns conjuntos descontinuados a AFOLs com menos recursos.

Como o mercado funciona num equilíbrio entre a oferta e a procura, ao introduzir-se pessoas (investidores) que apenas procuram comprar (neste momento) e que por cima por norma até são abonados financeiramente, é natural que haja uma escalada de preços.

E, pessoalmente, creio que quando há essa escalada de preços, os conjuntos envolvidos praticamente saem da esfera da comunidade AFOL. A maior parte do pessoal que compra sets a preços ridiculamente altos já não o faz por coleccionismo ou para simplesmente construir, mas sim no intuito de o vender mais tarde e mais caro. E quem fala de conjuntos, também pode falar de minifigs.

Esta escalada afeta também o valor das peças. Como algumas são essenciais para construir esses conjuntos, tornam-se alvo da cobiça de mais gente para pelos menos poderem construir o conjunto juntando as peças necessárias.

Como sei que pouco posso fazer em relação a este fenómeno, já interiozei que haverão sempre conjuntos descontinuados que são inalcançáveis. O que vale é que, pelo menos para já, este fenómeno não abarca todos os conjuntos que a LEGO vai fazendo e praticamente não atinge os conjuntos mais antigos.


Por fim pergunto-me, será que isto um dia vai estourar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:44

Concurso Brick Your Phone

por baixinho, em 13.03.15

A equipa do ReBrick está a promover um concurso onde é pedido para construirem na base da capa LEGO oficial para iPhones. Claro que está prevista a possibilidade do pessoal não ter a referida capa nem um iPhone :)

O concurso termina a 25 de março e podem conhecer todo o regulamento a partir desta página de Internet.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:03

Mais T-Shirts

por baixinho, em 02.03.15

More T-shirts

Mais três t-shirts. Desta vez uma relativa ao OutroMundo, onde utilizo o logotipo que o Rui Rupi Pinho fez há uns anos atrás. A segunda é do Space 0937, logo feito pelo Miguel Reizinho para os spacers da Comunidade 0937. Por fim uma Classic Space para o meu filho :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

Construindo mais uma casa para a Leila (parte 3)

por baixinho, em 28.12.14

LegOficina 20141228

Hoje avançamos mais um pouco na casa para a Leila e já temos os interiores do rés-do-chão quase, quase prontos. Já não sei quantas vezes mandamos paredes abaixo por nos lembramos de mais um pormenor para colocar. Para já o objectivo de ter tudo preso está a ser cumprido, visto que na primeira casa haviam vários detalhes do interior que estavam soltos.

Nos intervalos aproveito o espaço da esquerda para ir separando peças :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31

Instruções para um bebedouro para cavalos em LEGO

por baixinho, em 16.08.14

Bebedouro para Cavalos, Instruções 1 Bebedouro para Cavalos, Instruções 2 Bebedouro para Cavalos, Instruções 3

Ficam aqui as instruções para fazer um pequeno e simples bebedouro para cavalos. Na confusão da fase final da montagem do Arte em Peças, ainda andei à volta para construir um simples e não consegui. Hoje ao começar a colocar uns pormenores no MOC que estou a preparar dei com esta solução extremamente simples. Por vezes o estar relaxado ajuda a chegar às soluções :)

 

ps. Bebedouro que não vou poder incluir na apresentação do MOC porque não tenho tiles 2x4 em castanho.. :/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:57

Review do set 21109 - Exo Suit

por baixinho, em 09.08.14

Referência: 21109
Nome: Exo Suit
Tema: Ideas
Ano de Edição: 2014
Número de Peças: 321
Preço LEGO®: €34,49
Preço por peça: 10,7 cêntimos
Dados de compra: Shop@Home
Instruções: 1 livro de 88 páginas
Autocolantes: Não
Minifigs: Sim, 2
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim do livro de instruções


 
As peças
8/10
Desta vez começo pelas minifigs que, nesta cor, são exclusivas deste set. Há muito que os spacers sonhavam com minifigs espaciais em verde e o Mark Stafford não deixou de aproveitar esta oportunidade de presentear o pessoal. Valem por isso.
Em termos de peças, o PPPwiki parece demasiado alto para a quantidade de peças e para o tamanho médio delas. Aliás, a primeira impressão é que o volume das peças parece pequeno para o preço do set.
Há uma peça exclusiva (o 15395 em lbg que aposto irá sair noutros conjuntos em breve) e outras duas que apenas saem noutro conjunto (14769 em amarelo e o 2958 em lbg), as restantes são relativamente comuns. Todas as peças, inclusive as technic, podem ser consideradas muito úteis para construções que necessitem muito de greeblieswiki e pontos de articulação. No entanto a utilidade diminui imenso fora deste tema.


21109 Exo Suit (10)
by lbaixinho, on Flickr

A construção
10/10
A construção é simplesmente deliciosa. De saborear os vários momentos, mesmo tendo em conta que os membros são construídos em pares.
A primeira fase é a montagem das minifigs, base, barris e robô-tartaruga. De seguida é construído o torso, onde o SNOTwiki traseiro serve não só para abrilhantar uma zona que por norma é esquecida nos mechs da LEGO, mas também para dar uma estabilidade estrutural à zona. Os membros inferiores são montados em duplicado e apenas depois de se juntar ao torso é que são colocadas peças em espelho. Os braços são na sua maior parte montados em duplicados, ficando para o fim as garras que são montadas em espelho. No fim são acrescentados vários detalhes ao veículo.
Vale imenso não só pela técnicas, mas sim pela utilização de mil e uma peças pequenas em situações nada vulgares.


21109 Exo Suit (5)
by lbaixinho, on Flickr

O desenho
10/10
Por norma não aprecio construções onde o esqueleto technic apenas tem uma função estrutural e que depois desaparece debaixo de uma camada de peças system. Neste caso isso não acontece, visto que as peças technic também ajudam no aspeto final.
A quantidade e qualidade dos pormenores rementem-nos diretamente para os intricados MOCs que pululam a Internet. Dá a sensação que nada foi esquecido e que toda a peça foi pensada para fazer um efeito especial.
Existe alguma consternação em relação à utilização dos barris nos antebraços, no entanto acho que é um pormenor que se estranha e que depois se entranha. Fiquei mais descontente com o fato que o cotovelo tem uma articulação de mobilidade reduzida e não existe qualquer articulação no pulso. Aliás, acho que é mesmo no pulso que está uma das zonas mais frágeis do veículo.
No entanto nada disto atrapalha um aspeto que roça a perfeição.


21109 Exo Suit (9)
by lbaixinho, on Flickr

Jogabilidade
10/10
Dois minifigs (um deles apeado), um pequeno robô, um mech e.. aparentemente não há direito a qualquer inimigo. Aliás, o único armamento está na tartaruga. Mas depois de ver a minha filha a brincar com vários outros conjuntos, percebo que nem sempre é necessário o conflito, por vezes basta um bom conjunto que proporcione uma boa história para a brincadeira estar garantida.
O Exo-Suit convida a isso mesmo e a inclusão da segunda minifigura, da base e do robô-tartaruga confirma o valor na jogabilidade.

Outros
9/10
O livro e a caixa seguem as características dos conjuntos Architecture. O livro de instruções contém uma pequena introdução ao conjunto bem como uma pequena história. As instruções são acompanhadas por ocasionais imagens de detalhes do mech. O único senão é que não consigo gostar da imagem escolhida para o conjunto.


21109 Exo Suit (8)
by lbaixinho, on Flickr

Conclusão
9/10
Com certeza que este conjunto já ocupa um lugar na história da Comunidade AFOL. É o primeiro conjunto do projeto Cuusoo/Ideas que não é baseado num desenho pré-existente e além disso já praticamente fazia parte de um tema acarinhado por um grupo dentro da comunidade, o classic-space.
Não, não é perfeito. Provavelmente o principal defeito estará no preço que me parece elevado para o conjunto que é. No entanto é extremamente bonito e recheado de técnicas interessantes conseguindo ser bastante jogável e resistente. É também uma esperança para muita gente, a esperança que o tema LEGO Classic-Space retorne às prateleiras das lojas de brinquedos!

Mais imagens no Flickr

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:36

Com um pouco de imaginação

por baixinho, em 12.05.14

Tenho seguido o trabalho do espanhol Blastem na catalogação da "papelada" que a LEGO vem produzindo. Hoje mostrou este poster que na altura que saiu (2010) fiquei na impressão que não era oficial da empresa. No entanto o que importa neste poster (e noutros da mesma série que concerteza o Blastem irá publicar no seu blog) é a mensagem que passa.


Por norma fico encantando com alguns MOCs onde as técnicas utilizadas fazem com que nem pareçam que são construídos com peças LEGO. No entanto por vezes pergunto-me se isso não faz com que a construção perca alguma "magia LEGO". Alguns studs à mostra, alguma construção "de baixo para cima" e algumas cores garridas (tipo o amarelo, vermelho e azul básicos da LEGO) também sabem bem de ver de vez em quando :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:54

[WIP] Um projeto citadino (parte 10)

por baixinho, em 31.01.14

LegOficina 20140127

Desta vez não é para mostrar um avanço neste ambicioso projeto, mas para mostrar as peças que utilizamos na fachada do terceiro edifício. Como foi decidido mudar para tan, desfiz a versão em light-bluish-gray o que deu esta simpática montanha de peças.

Como andam sempre a perguntar quantas peças tem determinada construção, resposta que nunca sei dar ao certo, desta vez contei as peças que componham esta fachada (que mesmo assim estava incompleta).

489

Se me perguntarem quantas peças tem o edifício todo na sua versão final.

Não sei :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49

História da publicidade da TV da LEGO

por baixinho, em 02.12.13

De vez em quando tropeço em alguns sites bem interessantes sobre este hobby. Desta vez foi o The History of LEGO Commercials que aborda a história dos spots televisivos da LEGO. Além dos vídeos e comentários sobre os mesmos, o autor organizou os vídeos por épocas e áreas e dá uma pequena introdução histórica (da LEGO) para melhor compreender-mos o contexto.

 

 

Por exemplo, este é o mais antigo comercial (cerca de 1957-58) que está no site. Adorei o pormenor do vestuário e mobiliário da época; do curioso que é uma pessoa estar a fumar cachimbo numa publicidade para crianças(?); da demonstração da resistência das peças ao pisarem um edifício; e no apelo ao hobby para adultos nas duas sequências finais.

 

O site ainda está incompleto, mesmo tendo em atenção ao que foi criado no século passado. A última atualização é de 2011, o que pode indicar que este projeto interessantíssimo ficou pelo caminho :(

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:50

De vez em quando a publicidade passa

por baixinho, em 08.11.13

 

A publicidade da LEGO por vezes consegue mesmo tocar no ponto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:13


Pesquisar

Pesquisar no Blog



subscrever feeds



O meu próprio tema LEGO

Wiki OutroMundo