Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Como tornar-se um construtor de MOCs

por baixinho, em 01.02.16

A principal característica do brinquedo LEGO que me fez tornar um AFOL foi sem dúvida alguma a possibilidade de criar algo novo, de construir o que quiser. Nestes muitos anos de AFOL já criei naves, castelos, edifícios, aviões, barcos, etc e não tenciono ficar por aqui. A brincadeira é limitada pela imaginação, e isso não me falta.

Por isso levei (imenso) tempo a perceber que nem todos os AFOLs viam o LEGO como eu via, uma ferramenta para criar. Ok, coleccionismo é interessante, a procura de completar a colecção, o estudar a evolução do objecto, a procura de raridades, a compra e venda, etc. Mas isso acontece com o LEGO como acontece com qualquer outro tipo de coleccionismo. No criar é que está a (grande) diferença.

Portanto durante muito tempo achei estranho haverem mais coleccionadores de LEGO do que construtores.. e pouco a pouco fui apercebendo-me que o problema estava mesmo no "criar". Pelos vistos nem toda a gente está à vontade com isso.

Desde que me lembro que utilizo as peças LEGO para criar. Talvez porque comecei a colecção com as peças herdadas dos meus irmãos e não haviam instruções para nada. Portanto tive logo que por-me a construir coisas se queria dar utilidade às peças que tinha. Claro que depois tive alguns conjuntos, mas a verdade é que pouco duravam já que as peças eram preciosas para construir outras coisas.

E quando me tornei um AFOL continuei igual, esventrei imensos sets (alguns verdadeiras preciosidades que ainda encontrava em lojas, como Classic Space, Classic Castle, os primeiros Pirates e até mesmo o Café Corner) já que precisava de peças para construir. Se no início ainda pensava que poderia reconstruir o set quando me apetecesse (já que tinha as peças e as instruções), na verdade nunca o fiz :)

Mas voltando atrás, cada vez mais fico com a impressão que não existem mais construtores, pessoas que realmente utilizam o LEGO para o que ele serve, porque há dificuldade em construir. Coisa que para mim é natural e onde tiro o maior prazer neste hobby.

Tão natural que li este artigo no BrickPile com bastante interesse. Explica de uma forma bem sucinta como alguém que não constrói MOCs o pode fazer. Aconselho a qualquer AFOL (seja construtor ou, principalmente, coleccionador) a dar uma vista de olhos e, talvez, começar a construir qualquer coisa :)

(a fotografia é do meu primeiro MOC como AFOL)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29

Um Hobby para tornar o ócio criativo

por baixinho, em 21.05.14

 

 

 

 

Adolfo Freitas, membro do LUG Brasil, escreveu um artigo muito interessante sobre o conceito de hobby e como o LEGO se pode tornar um foco de criatividade útil para o dia-a-dia. Podem ler o artigo completo nesta página do site do LUG Brasil.

De notar que, nos últimos tempos, andam a escrever alguns artigos bem interessantes na LUG Brasil!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39


Pesquisar

Pesquisar no Blog



subscrever feeds



O meu próprio tema LEGO

Wiki OutroMundo