Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Nebula Explorer

por baixinho, em 18.07.15

NAS-X4

Sim, esta nave do Chris Giddens batizada de NAS-X4 aparentemente não é muito interessante a nível de técnicas de construção ou até de originalidade. Claro que a utilização de panels transparentes inclinados logo atrás do windscreen de forma a dar-lhe continuidade é muito interessante, mas o que me encantou mais foi mesmo a nave em si.

NAS-X4

Nos primeiros tempos (cerca do ano 2000) que andei aqui pela net a ver construções de AFOLs, este era um tema recorrente das minhas pesquisas. Naves espaciais relativamente pequenas para um ou dois tripulantes e com as respetivas acomodações. Ora eram naves de exploração ora eram naves de mercenários, mas a originalidade das formas, a utilização de algumas peças em situações esquisitas e os interiores detalhados encantavam-me e faziam-me sonhar de quando faria a minha.

NAS-X4

Cheguei a fazer várias naves, mas nada que servisse de cenário de aventuras a um piloto espacial. Não está nos meus planos construir uma no futuro próximo, mas estas pequenas naves que abundam no flickr que não são nada pretenciosas a nível de técnicas mas que evocam uma grande nostalgia e com certeza que irão lembrar-me sempre deste projeto esquecido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Dia recheado de bons MOCs

por baixinho, em 02.07.15

Hoje o mail com as novas fotografias do pessoal que sigo no Flickr estava recheado de coisas interessantes.

Moonbase V - StarPort

 

Moonbase V

Primeiro com esta enorme moonbase, construída pelo Simon Liu, que segue o esquema de cores do classic space. Já ando há vários anos a tentar fazer uma base espacial completa e tenho a impressão que nunca iria por este estilo.

 

Porco Rosso's Savoia S-21

Depois temos um Savoia S-21, avião pilotado pelo Porco Rosso num dos filmes que mais gosto do Miyasaki. A construção do Eero Okkonen capta bem as linhas dos avião.

 

Alphabrick- read description for details.

Este display fantástico e muito steampunk também captou a minha atenção. Leiam a descrição no flickr (link na imagem) para verem mais imagens e perceberem o contexto.

Por fim fica aqui um MOC sem imagem que o esquisito do Sir Nadroj coloca as imagens no flickr sem permissões de publicação em outros sites. É uma interpretação do Gigahorse, veículo do Mad Max: the Fury Road.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22

Review do set 70709 - Galactic Titan

por baixinho, em 01.07.15

Referência: 70709
Nome: Galactic Titan
Tema: Galaxy Squad
Ano de Edição: 2013
Número de Peças: 1012
Preço LEGO®: €99,99
Preço por peça: 9,9 cêntimos
Dados de compra: N/A
Instruções: 2 livros
Autocolantes: Sim
Minifigs: 5
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim do livro de instruções


 
As peças
9/10
Apesar de um PPPwiki de quase 10 cêntimos, a variedade e quantidade de algumas peças é bem interessante. Destaco as peças em azure, dark-blue, dark-red e a quantidade de peças brancas. Fora as peças dos minifigs e respectivos acessórios existem duas peças exclusivas. A 3640 em lime e a muito interessante 57792 em branco. Destaco também a presença de duas peças interessantes em dark-red que apenas estão presentes num outro conjunto, a 48729 e a 60032.
Os minifigs são excelentes, particularmente os alienígenas. De notar a presença de um pequeno Insectoid (larva?) que tanto no Brickset como no Bricklink não é considerado como minifig.


70709 Galactic Titan (16)
by Luis Baixinho, on Flickr

A construção
8/10
A construção divide-se em 7 fases distribuídas por dois livros de instruções.
A primeira fase dedica-se à montagem dos minifigs alienígenas, base e veículo. A construção destes dois últimos não são particularmente interessantes e no veículo até existe alguma repetição de passos.
A segunda fase centra-se na base/chassi do veículo terrestre com uma componente forte de peças technic, essenciais para a resistência do resultado final.
A terceira fase quase que completa o veículo deixando as lagartas e laterais do veículo que são montadas na quarta fase (fase que abre o segundo livro). É nesta fase que é montada o primeiro minifig terrestre e onde volta a aparecer peças technic para as lagartas e torre de mísseis.
A quinta fase inicia a construção do veículo aéreo (cockpit) que se prolonga pela sexta (corpo) e sétima fase (asas). A presença de técnicas em SNOTwiki e de technic é forte tanto para a resistência do veículo bem como para possibilitar os ângulos das asas.


70709 Galactic Titan (6)
by Luis Baixinho, on Flickr

O desenho
8/10
Apesar de ter tido alguma deceção quando montei a nave em relação aos vídeos e imagens que circulavam na Internet, não deixo de gostar do resultado final. Pessoalmente acho que os grandes defeitos são que o veículo quando está com os componentes terrestre e aéreo juntos parece esquisito por ter duas “frentes”. Quando separado, ambos os veículos ficam com enormes áreas vazias/despidas apesar de isso ser um pouco disfarçado na componente aérea. No entanto há que ressalvar que a utilização de SNOT nas laterais dão linhas muito interessantes ao veículos, muito similares ao do conjunto 70704.
A base e veículo alienígena conseguem o pretendido, ter um ar “estranho”.


70709 Galactic Titan (4)
by Luis Baixinho, on Flickr

Jogabilidade
8/10
Poderia ter tudo para ter uma grande jogabilidade, no entanto pequenos detalhes minam esta característica do conjunto. Primeiro esperava-se mais da base alienígena visto que tem apenas uma função, o “expelir” (saltar) um ovo de uma larva. O veículo tem um ar de centopeia onde parece que a única função que tem é o transporte de um único ovo..
O veículo terrestre perde por aparentemente ter duas frentes quando está completo, quando está incompleto as lagartas emperram muito facilmente, talvez por o veículo ficar muito leve.


70709 Galactic Titan (13)
by Luis Baixinho, on Flickr

Conclusão
8/10
Tinha grandes expectativas em relação a este set e provavelmente por isso fui mais exigente na análise. Tem peças muito boas e a construção é interessante, apesar de ter algumas componentes repetidas. O desenho é bom mas não excelente, peca em dois detalhes falados acima (vazio e duas frentes). Esperava também mais da jogabilidade.
É um bom conjunto mas não chega à excelência (como esperava).


70709 Galactic Titan (11)
by Luis Baixinho, on Flickr

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56

Review do set 70704 - Vermin Vaporizer

por baixinho, em 30.06.15

Referência: 70704
Nome: Vermin Vaporizer
Tema: Galaxy Quest
Ano de Edição: 2013
Número de Peças: 506
Preço LEGO®: €49,99
Preço por peça: 9,8 cêntimos
Dados de compra: Continente, Novembro de 2013
Instruções: 2 livros
Autocolantes: Sim
Minifigs: Sim, 3
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim das instruções


 
As peças
8/10
O PPPwiki deste conjunto está perto dos 10 cêntimos, o que apesar não ser propriamente mau, também não o torna muito atraente. Fora as peças dos minifigs e acessórios, não existe qualquer peça exclusiva, mas destaco a presença de seis unidades da 60593 em verde escuro, peça que apenas aparece em 4 outros sets (todos mais antigos). A 87752 em trans-clear era exclusiva na altura que este conjunto saiu, mas este ano (2015) saiu um novo set em que esta peça é utilizada.
A variedade de peças é interessante principalmente de cor branca. Variedade e quantidade mais que suficiente para construir pequenas construções com predominância desta cor.
Os minifigs são da qualidade habitual da LEGO onde destaco o Alien Buggoid.


70704 Vermin Vaporizer (4)
by Luis Baixinho, on Flickr

A construção
9/10
A construção divide-se em 4 fases (saquetas) distribuídos por dois livros. A primeira fase é dedicada à montagem dos minifigs, do pequeno rover e do veículo alienígena. Apesar de algum SNOTwiki no rover, esta fase é relativamente desinteressante.
Nas duas fases seguintes é construído o veículo principale são estas as partes mais interessantes da construção. Existem peças technic mas que apenas suportam de forma resistente a base do veículo. Toda a resistência das paredes laterais são conseguidas através de SNOT onde a utilidade da técnica é aliada de forma excelente à componente estética.
Na última fase (que ocupa o segundo livro de instruções) é dedicada à construção do pequeno mech que segue os moldes habituais da LEGO. De destacar que as articulações dos membros inferiores são limitados a um eixo (frente-trás) o que, de forma inesperada para mim, faz com que o mech seja mais estável.


70704 Vermin Vaporizer (11)
by Luis Baixinho, on Flickr

O desenho
10/10
Se ignorar o pequeno veículo alienígena, considero que o desenho deste conjunto é perfeito. Claro que a traseira do veículo principal parece um pouco vazia e que torna o veículo claramente mais “pesado” na frente, no entanto isso pode ser esquecido principalmente quando o mech está pousado no veículo.
O veículo terrestre é claramente o ponto alto deste set. O cockpit frontal esconde um pequeno rover que funciona quase como que um escape pod saindo pela frente do veículo. O mech encaixa-se na parte traseira e transforma-se numa torre de defesa/ataque, no entanto de forma que parece bem integrada no veículo. Quando o mech “salta” fora, dá espaço para se utilizar a um pequeno laboratório para investigar as cápsulas alienígenas.
As próprias linhas do veículo estão muito bem conseguidas com um ar bem moderno e cheio de curvas.


70704 Vermin Vaporizer (22)
by Luis Baixinho, on Flickr

Jogabilidade
10/10
O pequeno veículo alienígena serve apenas como representante da facção inimiga, visto que a jogabilidade concentra-se de forma bem interessante no veículo terrestre. Como referi acima é um veículo que se pode transformar em três e até possui um pequeno laboratório o que, com certeza, dará azo a mil e uma brincadeiras.


70704 Vermin Vaporizer (19)
by Luis Baixinho, on Flickr

Conclusão
10/10
O conjunto poderia ter algumas características melhores, como um preço mais baixo e uma traseira mais encorpada, no entanto a sua excelência no design como na jogabilidade não podem ser ignoradas. Foi um conjunto que me deu imenso prazer de construir e descobrir pormenores desconhecidos (como da existência do laboratório). Perfeito para um set que não é de um tema licenciado ou dirigido aos mais velhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12

Review do set 70707 - CLS-89 Eradicator Mech

por baixinho, em 26.06.15

Referência: 70707
Nome: CLS-89 Eradicator Mech
Tema: Galaxy Squad
Ano de Edição: 2013
Número de Peças: 440
Preço LEGO®: €39.99
Preço por peça: 9.1 cêntimos
Dados de compra: Outubro de 2013
Instruções: Sim, dois
Autocolantes: Sim
Minifigs: Sim, dois
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim do livro de instruções


 
As peças
7/10
Este é mais um conjunto deste tema com o PPPwiki sensivelmente acima dos nove cêntimos (julgo que todos os conjuntos do tema andam por volta dos 9 ou 10 cêntimos no PPP) onde, fora as peças para minifigs, apenas duas peças são exclusivas. A 11598 e a 13754, ambas em trans-neon green e ambas com duas unidades. Peças demasiado específicas e de difícil utilização.
No entanto a variedade de peças brancas é boa. Destaco também as peças laranja com uma variedade interessante em plates e slopes curvas. Por fim não posso deixar de referir os dois windscreens em trans-clear.
Neste conjunto apenas existem dois minifigs terrestres estando os alienigenas representados apenas por insetos brick-built.


70707 CLS-89 Eradicator Mech (2)
by Luis Baixinho, on Flickr

A construção
9/10
A construção reparte-se por três fases onde a primeira é dedicada aos minifigs e alienigenas, a segunda à nave e torso do mech e a última aos membros superiores e inferiores.
Apesar de haver algumas repetições na construção devido aos membros, não deixa de ser interessante. Existem vários pormenores em SNOTwiki que muitas vezes não tem um objetivo estritamente estético mas também o de aumentar a resistência do modelo. Solução bem mais interessante do que a utilização de peças technic (que não deixam de estar presentes, nomeadamente nos membros superiores).


70707 CLS-89 Eradicator Mech (9)
by Luis Baixinho, on Flickr

O desenho
6/10
Apesar de não ficar mal de todo, o fato do mech ser um “2 em 1” torna-o um pouco (vou ser simpático) diferente. Quando está completo, a traseira fica demasiado “pesada” e estranha com o cockpit e respetivo minifig virados para baixo. Sem a nave fico com a impressão que o mech fica desequilibrado com um torso onde o minifig fica demasiado exposto e braços com conexões demasiado pequenas para os canhões que levam.
Não deixa de ter pormenores interessantes, como os membros inferiores ou a parte traseira da nave que esconde uma pequena “bomba”.
Por fim temos os dois pequenos insetos que por pouco poderiam ser o pormenor mais interessante deste conjunto.


70707 CLS-89 Eradicator Mech (5)
by Luis Baixinho, on Flickr

Jogabilidade
9/10
Temos um mech que pode ser dividido numa pequena nave e num… mech. Temos dois insetos prontinhos para exterminar a espécie humana.
O que poderemos querer mais?
Poderia ter um minifig extraterrestre para liderar os insetos e o mech ser mais equilibrado :)


70707 CLS-89 Eradicator Mech (17)
by Luis Baixinho, on Flickr

Conclusão
7/10
É um conjunto bem simpático apesar do suposto “2 em 1” parecer um pouco forçado. Destaco o esquema de cores que é do meu agrado e a construção que é bem interessante. O resultado final poderia ser melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:47

Review do set 70701 - Swarm Interceptor

por baixinho, em 25.06.15

Referência: 70701
Nome: Swarm Interceptor
Tema: Galaxy Squad
Ano de Edição: 2013
Número de Peças: 218
Preço LEGO®: €19.99
Preço por peça: 9,1 cêntimos
Dados de compra: Outubro de 2013
Instruções: Sim
Autocolantes:Sim
Minifigs: Sim, 2
Modelos alternativos: Não
Lista de peças: Sim, no fim do livro de instruções


 
As peças
7/10
O preço por peça não é propriamente chamativo, mas está abaixo do limiar dos 10 cêntimos. Existem pelo menos duas peças exclusivas, a 50373 em dark-azure e a 43719 em trans-neon-green, ambas relativamente inúteis tanto pela especificidade da peça como da cor.
Provavelmente as peças mais interessantes são as em dark-azure e algumas wedges curvas. Mas a quantidade de variedade é tão baixa para que se tornem úteis sem juntar a peças de outros conjuntos. Como ponto negativo noto a presença de algumas peças technic, que a meu entender são de difícil utilização noutras em construções system.
As minifigs são bem interessantes onde destaco o Winged Mosquitoid pela sua cabeça, asas e impressões.


70701 Swarm Interceptor (5)
by Luis Baixinho, on Flickr

A construção
8/10
A construção é dividida em duas fases (saquetas). A primeira dedicada aos minifigs, Cadeira Intergalácticawiki e à parte da frente da nave espacial. A segunda parte é dedicada ao corpo principal da nave e respetivas asas.
A construção tem o seu “momento alto” na forma engenhosa em como as asas são fixas ao corpo da nave. Aliás, creio que a preocupação em tornar a nave resistente é um pouco exagerada ao ponto de se utilizar peças technic para reforçar a parte da frente.


70701 Swarm Interceptor (7)
by Luis Baixinho, on Flickr

O desenho
7/10
Ignorando a habitual cadeira intergalática, o aspeto geral da nave espacial é bom pecando apenas no aspeto inacabado da traseira. O fato de o cockpit rodar conforme a posição da nave, torna a construção ainda mais interessante e passível de um bom swooshwiki factor.
No entanto uma das premissas dos veículos do Galaxy Squad é a sua dupla utilização e, nesse aspeto, neste conjunto isso não é propriamente uma boa característica. A nave divide-se em dois componentes onde a parte frontal se transforma numa simpática mas sofrível nave e a parte traseira transforma-se numa torre lança mísseis. Torre esta que além de ter um aspeto esquisito apenas move os mísseis num dos eixos (para cima e para baixo).


70701 Swarm Interceptor (12)
by Luis Baixinho, on Flickr

Jogabilidade
8/10
Penso que o melhor deste conjunto em termos de jogabilidade é o swoosh factor da nave. Fácil de segurar, resistente e o cockpit “solto” fazem as delícias de qualquer aficionado de naves.
A cadeira intergalática e o lança-mísseis ajudam à festa, mas pessoalmente apenas os considero um pormenor no set.


70701 Swarm Interceptor (13)
by Luis Baixinho, on Flickr

Conclusão
7/10
Na altura que construí este set (outubro de 2013) não fiz review mas avaliei-o com um 8. No entanto com o teste do tempo e com uma análise mais detalhada desci-lhe um pontinho. Não deixa de ser uma nave simpática, no entanto penso que a LEGO poderia ter trabalhado melhor a questão da segunda utilização da nave.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

Dois teasers do Arte em Peças 2015

por baixinho, em 28.05.15

Arte em Peças 2015 (teaser 1)

Estas são duas imagens que tirei ontem no Arte em Peças, que ainda está em montagem. Em cima uma nave do Naneto a pousar numa base espacial. Em baixo dois AT-ATs num display Star Wars. Ambas imagens mostram apenas detalhes de dois dos vários displays que compõem o Arte em Peças deste ano.

Arte em Peças 2015 (teaser 2)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

SHIPtember de 2014

por baixinho, em 21.04.15

Fica aqui o resultado do SHIPtember de 2014.

SHIPtember 2014 Poster

Podem ver o de 2013 neste post aqui na LegOficina dos Baixinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02

Bubbleship

por baixinho, em 13.04.15

Oblivion Bubbleship set

Esta é a representação construída pelo Shannon Sproule da nave utilizada no filme Oblivion. Lembro-me que não achei nada de especial do filme (aliás, remeti-o praticamente todo para o esquecimento), mas recordo-me muito bem deste pequeno veículo. Continuo a achar que é uma bela peça de design.

 Fica aqui uma imagem do veículo original para compararem e apreciarem. Podem também ver a página do autor do design original com alguns sketchs e outros estudos.

Já agora, se pesquisarem no Google Images, irão encontrar várias versões desta nave em LEGO.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24

Módulo de pouso

por baixinho, em 12.04.15

Landing Module

Peter Reid construiu este interessante módulo de pouso que ganhou outra vida com o tratamento gráfico dado pelo Tommy Bricknerd.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37


Pesquisar

Pesquisar no Blog



subscrever feeds



O meu próprio tema LEGO

Wiki OutroMundo